Amadora espetacular esposa safadinha comendo esposa vagabunda por macho no rio de janeiro

visualizações

47 seg

Categoria:

Tag: , , , , , ,

visualizações

47 seg

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Amadora espetacular esposa safadinha comendo esposa vagabunda por macho no rio de janeiro

Amadora espetacular esposa safadinha comendo esposa vagabunda por macho no rio de janeiro

Espero que tenham gostadooo, um beijo bem gostoso pras safadinhas que contam suas historias aqui. se poderiam me fazer falar da maneira deles, o lider com um sorriso maliciosoque estava de pé cheirou o pó em minha vagina e mudou completamante, ficandoEm breve enviaremos outras transas da minha mulher com o seu amante, ou com outros homens, e as minhas transas com outras mulheres, ou com a amiga de minha esposa.

Até que em janeiro deste ano, ela pegou férias, e quando voltou disse que não iria sozinha pra praia no carnaval com as pessoas da família, que iria com o novo “namorado”…No carnaval ela foi com o namorado (um coroa, careca e uns 10 anos mais velho que ela) disse que tava na hora de sossegar a vida e ter alguém pra conviver no dia a dia e que a menina também precisava de um padastro, mas continuava a me olhar com aquela cara de puta….

E ele me retorno me chamando de puta, safada, galinha, vaca, cadela, chupadora de pica, agasadora de rola e muito mais.

– Então, você gosta mesmo de me ver comendo aqueles viadinhos? – perguntou. As minhas noites sempre terminavam no motel de forma espetacular.

Então eu disse: Toma sua puta, piranha, vagabunda, ordinária, toma que depois eu vou arrombar o seu cú filha da puta.

em transe, enquanto isso eu continuava chupando minha esposa, as duas deChegando lá, nos sentamos nos locais marcados e aguardamos o início do espetáculo ( a sala estava bem cheia ), logo que começou, enfiei a mão embaixo da sua saia e comecei a tocar a siririca que ela tanto queria, não demorou muito e ela gozou na minha mão (sem fazer barulho), passado alguns minutos ela pediu que fizesse de novo, repeti e ela gozou de novo.

Daí surgiram mais beijos, dos beijos passaram para alguns amassos e veio a vontade de transar.

– Issooooo, meu bem!!! Que delícia!! Foder uma menininha lindinha como você é bem melhor que dar pra um macho!! – ouvi ela falando e fiquei muito orgulhosa.