Arrombando A Buceta E O Cuzinho Da Coroa Bunduda

2 min

Categoria:

Tag:

visualizações

2 min

Categoria:

Tag:

Arrombando A Buceta E O Cuzinho Da Coroa Bunduda

Arrombando A Buceta E O Cuzinho Da Coroa Bunduda

Minha profissão me favorece, passo mais tempo ausente de casa, então posso me “montar” nos hotéis da vida e rebolar meu rabão enorme nas Webcams da rede… Eu me excito demais com isso, tem noites que gozo 5, 6 vezes… mas chegou um momento em que eu queria saber como era ter um macho dentro de mim, me arrombando, queria sentir um pau de verdade entre os lábios e o gosto do sêmen jorrando na minha boca, queria ser currada e ter o cu invadido por um cacete de verdade.

Ela era uma raimunda novinha e bunduda. Ele gozou urrando, lambendo a minha buceta, enquanto eu dizia como havia gostado do caralho grosso de outro homem entrando em mim.

Estava de bobeira em casa uma certa tarde de chuva, sem nada para fazer e para completar a luz havia acabado, quando meu amigo o coroa de outros contos, me ligou perguntando se eu estava em casa e se poderia falar com ele na portaria, disse que sim e fui espera-lo, quando ele chegou estava trazendo seu PC para eu dar uma olhada pois estava lento, quando me viu, só de shorte de nylon, aqueles que a cueca é junto, e sem camisa, ele esqueceu o que tinha ido fazer e pediu para eu entrar no carro, dizendo que já estava com tesão só de olhar para mim, entrei no carona e como ele havia estacionado bem em baixo de uma amendoeira onde não dava para ninguém nos ver, eu sentei e fiz de uma forma que ele pudesse ver que estou sem cuecas, o coroa ficou tarado, colocou minha mão por cima de sua calça para sentir a pressão do caralho, falei que devia estar cheio de leite a ponto de explodir, ele então pediu para eu fechar a porta que nós iriamos dar uma volta até o Aeroporto, que ele sabia de um caminho que muita gente não sabe, ele então foi na direção do aeroporto e entro numa rua bem estreita que dava para o matagal, colocou o pau para fota e pediu para eu pegar, então eu apertei, alisei e fui me abaixando dando beijos e lambidas na cabeça do seu caralho, e fui colocando por inteiro na boca só ouvindo seus gemidos!"Para quem ainda não leu meu outro conto “Comi a Mulher do Meu Amigo”, sugiro que leia antes, pois esse é uma continuação.

Se bem que o que ele estava querendo era o meu cuzinho.