Caiu na net flagra real amador brasileiro novinha putinha tocando siririca em publico com o namorado – rn

383 visualizações

2 min

Categoria:

Tag: ,

383 visualizações

2 min

Categoria:

Tag: ,

Caiu na net flagra real amador brasileiro novinha putinha tocando siririca em publico com o namorado – rn

Caiu na net flagra real amador brasileiro novinha putinha tocando siririca em publico com o namorado – rn

Eu perguntei o motivo de ele dizer isso, e ele disse que ele tava louquinho por mim, que queria foder comigo, que desde a primeira vez que me viu ele não consegue esquecer o meu jeitinho e nem o meu perfume, eu argumentei com ele dizendo que não podia rolar nada até porque ele era casado tinha até filhos, e ele me pegou nos braços fortes e quentes dele e perguntou se eu não queria nada nada com ele, ele me prometeu que se eu jurasse que não desejava foder com ele ele me soltaria, e eu não poderia mentir pra ele nem pra eu mesma, então fiquei quietinha enquanto sentia a respiração daquele negro, do sorriso envolvente e do olhar que deixa qualquer mulher com o psicológico abalado, então ele me pôs contra a parede, e me beijou a boca, eu fechei os olhos e me entreguei totalmente, não poderia nem me dar o desfrute de pedir pra parar de interromper por medo de meu papai ou minha mamãe nos pegarem no flagra, estava tão bom aquele clima de escondido é mais gostoso, logo ele parou o beijo e foi descendo a mão, pela minha barriguinha até chegar ao meu capozinho de fusca, que estava repartido no meio pela calça leggin, ele começou a esfregar o dedo do meio da mão dele no vão que a calça fazia na minha xaninha, começou a me masturbar por cima da calça e logo deu pra ele sentir o tecido úmido, ele cheirou o dedo e sorriu, eu fiquei constrangida por ele ver que eu estava molhadinha, mas como não ficar se eu morria de tesão por ele e ele tava tocando uma siririca gostosinha pra mim. Então começamos a nos beijar loucamente, ela tinha uma boca tão quente e ardente que era difícil de recusar um beijo seu! A adrenalina corria solta no meu sangue de tão perigoso que era os pais dela acordar e flagrar tudo, mas a sensação era maravilhosa.

Uma tarde de quarta feira,o palestrante faltou e nos dispensaram e Djalma logo descobriu que tinha uma boite de putinhas que funcionava durante o dia;e lá fomos nós. Ficaram assim por uma hora e eu não me contive e bati uma punheta escutando tudo aquilo, gozei muito, fui dormir pensando naquele namorado gostoso de minha mãe.

"Eu sou a Vera e sou filha de japoneses, tenho os olhos puxados, uma pele linda e um corpo maravilhoso, sempre fui muito assediada e já recebi varias cantadas de amigos e até de parentes, eu sei que o que mais chama a atenção dos homens é a minha bunda, que é bem redondinha e arrebitada, todos dizem que sou muito gostosa, eu já tive vários namorados e hoje eu sou casada, com um rapaz bem novinho de apenas vinte e um anos, eu também sou muito novinha, mas apesar dele ser um homem novinho, ele é muito inexperiente em relação a sexo. público, a nossa grana ficou curta pra morarmos na capital,planejamos nos mudar pra cidadezinha em que os avós e tios dela moravam, e rapidamente financiamos um lar.

"Sou um homem acima da media da maioria dos brasileiros, visitando minha vó em uma cidade do interior num dia de muito tédio, resolvi usar como distração meu celular através de aplicativo chamado imo, no qual notei que tinha uma pessoa diferente da minha usualidade, resolvi indagar para ver se conhecia, então para minha supresa era uma ex aluna de um tempos atras quando ainda era professor de ensino medio, bem que na epoca ja era super gamado nela pois alem de ser novinha tinha um corpo pelo qual sempre fui apaixonado, conversamos bastante pelo aplicativo, foi onde surgiu um boa oportunidade para comer aquela gostosa, “se um homem me deixa doida de tesão eu deixo ele fazer o que quiser comigo” quando terminei de ler isso resolvi conversar bem picante, dizendo a ela tudo que eu faria se tivesse ela por uma noite primeiro disse a ela q eu era dotado para nao ter susto, disse que começaria beijando o pescoço dela e apalpando todo o corpo dela encostaria ela na parede puxaria o cabelo dela e a comeria tão forte que ela não se lembraria que era comprometida. A lembrança daquelas cenas estavam bem frescas na minha memória e não pude fazer outra coisa a não ser tocar uma deliciosa siririca.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.