Caiu Na Net Mais Um Video Amador Filha De Pastor Tarada Gozando Com Chifrudo De Sp

3 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Caiu Na Net Mais Um Video Amador Filha De Pastor Tarada Gozando Com Chifrudo De Sp

Caiu Na Net Mais Um Video Amador Filha De Pastor Tarada Gozando Com Chifrudo De Sp

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.

Em frente também mudaram logo após um casal e eles tinham uma filha de 1 aninho.

eu vou GOZAR…AAHHMMAIIIIIINN!Ela gozando, gemendo e gritando e eu ainda bombando, quando senti que ia esporrar tirei o cacete e subindo nela gozei naqueles lindos seios, ela pediu:-Na minha boca tio! Quero teu leitinho…Com prazer ela abocanhou meu pau babado e limpou-o gostoso, depois com as mãos coletou esperma dos seios e lambeu com gosto os dedos:-Gostoso teu leitinho tio…Nos dois descansamos um pouco, eu ainda queria provar aquele rabo, um cúzinho assim não passa sem vara se depender de mim, mas já estávamos muito atrasados:-Vamos embora Flávia, sua tia vai desconfiar. "Fiquei mais excitado ainda com a situação , foi quando perguntei qual era o defeito , ela olhou para mim com uma cara de mulher tarada por sexo , ela estava viúva a dois anos e me falou que estava cansada de sexo virtual e que queria que eu chupasse apenas a buceta dela até ela gozar , mas que não podia contar para ninguém ,não queria penetração porque eu era cunhado dela e ela não ia se sentir bem com a irmã. Jogamos videogame por algumas horas, ele me assediando, roubando uns beijos na marra às vezes, mas parando quando eu recusava.

Bom certo dia quando meus pais tinha saído pra ir pra uma festinha eu e meu pastor chamado luke ficamos sozinhos em casa aí eu pensei que seria a hora perfeita pra perder minha virgindade com ele.

Toda Sexta-feira depois do expediente, meu pai fazia reunião com as vendedoras, e nesse dia ele não pode ir pois viajou a trabalho, e quem fez a reunião foi a supervisora de vendas…, quando a reunião acabou todo mundo foi embora, menos a Juliana, que ficou conversando comigo ate seu marido chegar…, eu já era louco por ela, ela devia Ter uns 32 anos mas estava em plena forma, tinha um belo par de seios de dar inveja a qualquer menininha de 20 anos, e para minha sorte começou a chover forte, e como nós estávamos do lado de fora do escritório tivemos que entrar para não nos molhar, foi quando seu marido ligou dizendo que não poderia ir buscala pois devido a chuva seu carro estragou…, foi quando eu pensei e agora ou nunca, ai ela começou a ler uma revista de peças intimas femininas…,foi quando eu comecei a provocala dizendo que se ela tivesse aquele corpo da revista ela teria chance comigo…, ai nesses “brincadeirinhas” ela disse que era muito mais gostosa que a mulher da revista…, foi quando eu falei pra ela, que só ia acreditar se ela me provasse, foi quando ela para minha surpresa levantou a saia e ficou só de calcinha na minha frente e eu pude constatar que realmente ela era muito mais gostosa… ai eu comecei a passar a mão pelas suas coxas para ver se tudo aquilo era verdade…, e para minha surpresa ela começou a gostar… e ai eu fui subindo a mão até chegar nos seus lindos seios, tirei seu soutien e comecei a chupar seus seios, tirando dela alguns gemidos de prazer, foi quando eu a levei para a sala de reunião e a coloquei deitada em cima da mesa, ai foi só festa… comecei a lambe-la todinha do pescoço ate a ponta do dedão do pé, ai fui tirando a calcinha dela com os dentes deixando ela louca de tesão, e comecei a chupar aquela bucetinha toda melada…, foi quando ela se levantou e começou a me retribuir…, tirou minha calça e me fez sentar na mesa…, ai ela veio e colocou uma cadeira na minha frente e começou a chupar meu pau, que já estava latejando para fuder aquela bucetinha apertadinha que estava implorando para ser penetrada…, foi quando ela se levantou e deitou na mesa e abriu as pernas, eu rapidamente comecei a chupar sua bucetinha novamente, pois tinha um gosto maravilhoso, foi quando ela me pediu para ser penetrada, ai fui colocando devagarinho para ela poder sentir meu pau todinho dentro dela, e com o passar do tempo fui dando estocadas mais fortes ate sentir que ela estava tendo seu primeiro orgasmo…, ela parecia estar fora de si, pois começou a xingar seu marido de corno, chifrudo, e dizia que ele merecia isto, pois ele era um frouxo, foi quando eu não agüentei mais e gozei dentro daquela bucetinha que eu tanto sonhava fuder.