Caseiro bucetona da minha prima na siririca

37 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

37 seg

Categoria:

Tag:

Caseiro bucetona da minha prima na siririca

Caseiro bucetona da minha prima na siririca

Não resistia à sua bunda, olhando sem muita visão, de lado e então puxei-a sem tirar o pau, colocando a de quatro e então ela ficou louca de tesão e disse: “Vem meu garanhão, monta sua eguinha, fode meu cuzinho, fode, fode” e soltava gritinhos de “aiiiii, que pica dura, que gostoso um pauzão no rabo, que delícia dar o cuzinho”, eu admirava a cena dela de quatro com meu pau entrando e saindo de sua cuzinho, a marquinha de biquíni parecia uma pequena setinha indicando o caminho da felicidade, eu apertava sua bunda dura e metia em seu rabinho, segurei ela pela cinturinha fina e encaixei-a em minha virilha, com o pau estocado até o fim em seu cuzinho, metia e sentia meu saco batendo em sua buceta, paralisei por uns segundos e iniciei movimentos de vai e vem como seu corpo, fazendo com que seu cuzinho deslizasse por toda a extensão do meu cacete e ela então começou a alisar a xoxotinha, tocando uma siririca gostosa, enfiava o dedo em sua buceta e apertava o clitóris, eu a levava pra frente e pra trás, pequenina e encaixada em meu pauzão pelo rabinho.

ola sou joao carlos tenho 42 anos casado ha 20 anos com uma mulher conservadora nunca tivemos lua de mel entam com os filhos criados resolvemos sair de viagem para uma chacara no interior de sao paulo saimos na sexta feira a noite e chegamos de manha cansados o caseiro e sua esposa nos receberam bem eram um casal de mais ou menos 50 anos a esposa era mais nova uns 40 anos logo ela se enturmou com a minha mulher eu e o sr antonio o caseiro nao somos de muita conversa tambem ficamos bem eu sai com minha esposa a cavalo pelo mato fomos ate uma cachoeira comecei a beijar ela logo estava transando eu sempre tive tesao por ela mais aquele lugar me deixou com mais esquecemos do tempo e veio o sr antonio ver oque aconteceu quase vio a gente sem roupa fomos para a casa dormimos um pouco a noite resolvemos sar e ir ate a casa do caseiro ja que nao tinha ninquem conhecido por perto ao chegar la eles estavam transando com a porta aberta o sr antonio estava comendo o cuzinho da esposa ficamos olhando um pouco e voltamos pra casa minha mulher es tava molhadinha e eu de pau duro comi ela na varanda tentei comer o cu dela mais nao deixou disse que tinha medo de doer nao insisti e dormimos de manha a esposa do caseiro veio buscar minha esposa para nadar no lago eu fiquei descansando depois fui tambem escutei uns gritos e me abaixei e vi minha mulher de quatro e seu antonio comendo ela a esposa dele armou tudo nao tive reacao fiquei olhando de pau duro o cara tem um pau duas vezes maior que o meu ela nunca gritou e gemeu daquele jeito comigo me senti um trapo fiz de conta que nem vi quando voltaram eu disse que iriamos embora no outro dia pois tinha negocios pra resolver ela concordou a noite tentei comer ela mais ela nao quiz sai pra fora e camihei ate o lago sr antonio veio atraz e ficamos conversando sem deixar ele saber que eu vi tudo pois estava humilhado eu senti tesao ao lembrar da cena ele me pediu para ver meu pau estranhei mais ele disse que queria me chupar vi ali a chance de me vingar sem jeito eu neguei mais ele pegou no meu pau e abocanhou tudo dizendo meu gostoso comi sua mulher mais queria era te dar naquele escuro via so o vulto dele me chupando entao senti meu pau endurecer ele lambia eu ja nao aguentava mais nunca tinha feito isso com homem ele se virou e eu comi o cuzinho dele ele senou em cima de mim e com a mao acariciava meus graos e passaca o dedo no meu cu eu estava gostando ele tentou me comer mais nunca dei e ele era pauzudo demais depois de um tempo resolvi experimentar ele cuspiu no pau e veio empurrando quando entrou a cabeca senti tanto tesao que me abri e ele pois tudo doeu muito mais ele nao parou ate colocar tudo eu estava quase gozando ele tirou e pediu pra chupar ele me chupava e esfregava o pau duro na minha cara entao eu bati uma pra ele e gozamos depois como se nada tivesse acontecido voltei pra casa abracei mimha esposa no outro dia despedimos deles e fomos embora nois nunca haviamos trido um au outro la fizemos tudo eu sabia dela e ela nao sabe do que eu fiz ate hoje nunca esqueci a cena dela com outro e me mastuebo de lembrar a transa minha e aquele cara que alem de comer minha esposa me comeu tambem. SENTI AQUELE LÍQUIDO QUENTE SENDO PASSADO NA MINHA PELE PELOS OMBROS NAS COSTAS NA MINHA BUNDA PELAS COXAS VIREI DE FRENTE ELA COMEÇOU NOVAMENTE A ME PASSAR O BRONZEADOR MAS ELA PASSAVA OLHANDO BEM PRA MIM PASSOU PELOS MEUS SEIOS E BRINCOU COM BIQUINHOS FICANDO DUROS PELO SEU TOQUE DESCEU E PASSOU NA BARRIGA E COXAS NOVAMENTE QUANDO DE REPENTE EU SENTI QUE ELA TOCOU DE LEVE NA MINHA XANINHA POR CIMA DO BIQUÍNI EU OLHEI ASSUSTADA ELA RIU E DISSE CALMA KIM É SÓ A RACHINHA QUE ESTA BEM EVIDENTE NESSE BIQUÍNI VOCÊ DEVE DEIXAR OS MENINOS LOUCOS. Não estávamos mais preocupados em disfarçar nossa relação, afinal, minha tia e primas já sabiam o que acontecia.

Ola amigos o que vou contar aqui aconteceu no ano d 2014 moro numa cidade do rio grande do sul próximo a capital porto alegre tudo era tão normal como se deve ser eu fui crido por uma outra familia e fui conhecer minha irmã com 25 anos ja quando cheguei foi uma festa muita alegria tudo de bom eu morava em outra cidade acabei vindo morar perto deles comecei a confidenciar tudo a minha irmã pois tínhamos tudo a ver um com o outro minha irmã uma morena clara baixinha bundao peitao linda cabelos lisos um mulherao eu gostava muito de jogar vídeo game e meu cunhado me deixava jogar a noite toda um dia entrei no quarto de manha pra pegar um jogo e ela tava de calcinha de renda branca atoladinha de barriga pra cima e pude ver sua buceta linda através da renda ela acordou e so sorriu pra min eu peguei o jogo e sai ela levantou e foi atrás de min pra conversar so de camisolinha co as coxas de fora EU nao consegui Para de olhar mais ela era muito brincalhona e Como sou um homem muito bonito ela disse ainda bem que era voce la no quarto de dose outro EU taria frita is dias foram pasando e tudo foi mudando ela pasou a usar roupas mais curtas ainda e a me elogiar muito num certo dia meu cunhado saiu pot volta das 6 Ta noite e EU jogava resolvi ir espiar ela qua di cheguei so quarto la estava ela destapada so desta vez com uma calcinha branca so que tapava so um lado da xoxota o resto tava de fora Ai fui pegs o jogo mais nao tirava o olha da quela xoxota qua di olhei denovo ela Ta me olhando mais do mesmo jeito com a xoxota meia de fora falei a ela VC ten muita sorts de ser Seu Irmao ela olhou a min e diss porque eu sorri e sai da levantou e me falou no quarto ela disse q precisava me dizer algo eu fui ao quarto e ela tava so de calcinha e sutian ela disse sabe que temo brincando com fogo e me perguntou o q eu faria se ela não fose minha irmã eu disse sem pensar q chuparia ela toda a te gosar na minha boca ela susurrou e sorriu e perguntou mesmo vc faria isso eu disse sim tenho um tesao pela sua xota que me lambo ela disse q também ficava olhando meu volume e q adoraria velo então eu disse se vc deixar eu dar um beijinho na sua xota eu deixo vc ver ela disse vc ta brincando eu disse não e serio ela me chamou de louco e se atirou pra traz rindo e eu cem pensar beijei sua xota por cima da calcinha era tão cheirosa fiquei doido ela se asustou e me afastou eu disse desculpa ela disse não tem problema mais melhor parar ai fui sai ela disse agora cumpra o trato mostre seu pai eu meio com vergonha sentado abaixei meu short ela se asustou r disse nossa como e grande e lindo eu sem pensar peguei sua mão e pus nele e ela começou a subir e descer nem de vagar ai fiquei de pe e ela não largava botei a mão em sua nuca e fui puxando ela bem devagar quando vi ela tava olhando sega pra ele e vi ela lamber os lábios ai fui a deixa puxei ela e ela engoliu meu pau e começou a gemer e a chupar como uma doida se babava e dizia ai que pau gostoso mano ela chupou por cinco minutos ai deitei ela na cama e botei a mão na sua xota tava ensopada ela disse me xupa gostoso faz de min sua puta comecei a chupala e ela não demora gosa feito uma doida ai disse me rasma mano co teu pau va eu coloquei na entrada da sua xota e fui colocando tudo ela gritava dizendo fode essa puta fode eu botei ela de quatro e enfiei tudo ela se gosou com tanto tesao q chegou a mijar na cama ai pedi su cuzinho ela disse pra eu tentar eu fui colocando bem de vagar mais ela não aguntou p ediu pra eu tirar coloquei na sua bucetona toda melada e soquei souquei ai disse que ia gosar ela então dissa não dentro de min tem q ser na minha boca ai tirei e ela tomou todinho meu leite caimos mortos enn cima da cama e dormimos quando acordamos transamos mais duas vezes na quele dia e brincamos ate hj ela disse q me ama duas vezes e q quer ainda conseguir dar o cuzinho pra min adoro ficar xupando aquela buceta em quanto ela dorme sou louco por xupar xana espero q gostei do meu contoVocê pode ouvir a primeira parte desta história em:Daniel: nossa, vc chupa gostoso… Safada… Melhor que a Marianna… Não sabia que um homem chupava tão gostoso, se soubesse já teria dado de mamar pra antesMinha reação foi arregalar os olhos,abrir a boca e não emitir som algum, logo eu que tenho resposta pra tudo e todos, fiquei em completo e absoluto silêncio, e ela continuou me alisando, e subindo a mão pela minha nuca, e deixando aquela voz macia mais rouca, ela estava tentando me seduzir e continuou:Mandei o moleque pegar aquele creme de pés na bolsa dele.