Cenas Porno Amadoras Sensacionais Esposa Metelona Comendo Esposa Vagabunda Por Namorado De Serra Do Rj

visualizações

1 min 10 seg

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

1 min 10 seg

Categoria:

Tag: , , ,

Cenas Porno Amadoras Sensacionais Esposa Metelona Comendo Esposa Vagabunda Por Namorado De Serra Do Rj

Cenas Porno Amadoras Sensacionais Esposa Metelona Comendo Esposa Vagabunda Por Namorado De Serra Do Rj

Eu estava na esteira e ele lá de longe so olhando minha bucetinha. Sentou-se na privada e começou timidamente a abocanhar meu pinto.

Quando cheguei no 12º não tinha ninguém nos corredores.

Depois de alguns minutos de conversa o policial que era nosso amigo mandou o colega esperar no carro que ele iria vistoriar a casa por dentro, o outro voltou pra viatura e ele entrou, nem fecharam a porta e sentaram no sofá, fiquei só observando, minha esposa parecia muito interessada na conversa, sorria muito, movimentava as pernas em sinal de nervosismo, passava a mão no cabelo seguidamente, parecia querer seduzi-lo, ele era um negro alto, talvez um metro e oitenta ou mais, muito forte, também se animou com a conversa.

– E foi colocando de vagarzinho aquela geba no meu rabo – Tira foto corno, tira fogo do rabo da sua esposa.

Ainda tivemos algumas experiências sensacionais, até mesmo involvendo outras pessoas que contarei assim que tiver mais tempo.

Quando eu fui la na frente buscar uma toalha, a porta estava aberta e eu fui entrando. – Na verdade vou subir a serra com uns amigos, um deles tem um chalé lá.

Costumo acessar sites pornograficos, admirar corpos nus na internet, entrar em salas de chat apesar para me sentir desejada por aqueles que conversam comigo.

Foi uma das cenas mais excitantes que já vi em minha vida.

De imediato falei para ela era linda e que se fosse seu namorado ia trata-la como uma rainha ia querer ela todos os dias. Conforme eu disse no primeiro conto (Comendo a Sobrinha Deliciosa), depois que rolou a primeira vez com Julia, sempre damos um jeito de nos vermos, inclusive recentemente no final de Fevereiro/2016 rolou um ménage com uma amiga dela.

me xingava, se xingava de vagabunda, apertava minha cabeça com as coxas e gemia : ”- Ai, chupa, chupa minha boceta, tesão , chupa… quero gozar… ”… até que, finalmente, caiu de boca no que tanto ansiava.

Logo depois os pais saíram e ele perguntou: – O que temos para fazer hoje? Ela nem respondeu, pegou-o pela mão e levou-o até o quarto dela.