Coroa tarada de Petrolina na siririca

796 visualizações

1 min 19 seg

Categoria:

Tag:

796 visualizações

1 min 19 seg

Categoria:

Tag:

Coroa tarada de Petrolina na siririca

Coroa tarada de Petrolina na siririca

Neste momento ficamos só eu e ela sozinhos na piscina. Peguei no pau e comecei a punhetar ele pegou o meu e me punhetou e eu gozei antes de novo, só que desta vez ele não conseguia gozar eu estava adorando fazer aquilo mais meu braço começou a cansar e pedi para descansar um pouco e ele gemendo de tesão disse que o pau doía muito e que eu deixasse ele passar a cabeça na minha bunda, eu fiquei aturdido sem saber o que dizer mais ele implorou dizendo que doía muito e vendo que ele estava dizendo a verdade cedi, abaixei minha bermuda e ele veio por trás e começou a passou o pau na minha bunda e quando senti a cabeça encostar no meu rego me arrepiei todo, ele ficou ali batendo e passando o pau no meu rego e foi ficando mais e mais excitado e forçou a parte do meu corpo superior para baixo me fazendo empinar a bunda e fiquei quase de quatro e senti a cabeça do pau roçar no meu cu, e estremeci da cabeça aos pés ele forçou mais e empinei mais ainda e senti ele lambuzar todo meu cu com a cabeça do pau, aquilo me arrepiava muito e senti algo quente e melado no meu cu, Nando estava gozando jatos e jatos de esperma, depois fomos tomar um banho e ele agradeceu e perguntou se eu tinha gostado e eu disse que sim, estávamos nos esfregando e começamos a sorrir um para o outro. Depois que terminamos nossa foda, perguntei a ela se ela não queria fazer uma na virilha pra experimentar, ela disse que ate poderia. "Bom vou me identificar como Carlinha, tenho 1,55 de altura, bunda e coxas grandes, peito médio bem durinho e sem barriga! Tenho 22 anos e quando isso ocorreu tinha 20. Ao entrar no meu quarto ela estava deitada na cama que colocaram ao lado da minha.

E você pula como uma tarada no meu pau, e me beija. Eu rodava devagar e todos me encaravam, pois estranhavam uma menina de 19 anos naquele lugar onde só tinha coroa viado e no máximo uma madame mal amada.

Eu entrei no quarto e caminhei até a cama. Imagine só, eu ja de certa forma tinha pedido uma coisa bem diferente, e ela aceitou, se eu falasse ainda no meu rosto ou boca ela ia me achar louco! Mas sim, pode me julgar se quiser, mas como disse adoro putaria, e adorei a ideia.

Tive ânsia de vômito e recuei, tossindo. Nao aguentei e me aproximei dela com o pau pra fora. Eu nunca me cansei de ver Meg nua. Saiamos na rua, caminhando e nos bolinando…. ao mesmo tempo que o corpo recebeu uma enorme carga de desejo senti me virando uma putinha com aquela renda grudada ao corpo. Recebeu o gozo dos dois, um na xotinha e outro na boca.

Segundo ele estava há 15 anos sem experiência com outro homem e como sua mulher e seus filhos não estavam em casa decidimos nos encontrar lá para ver o que rolava. "Depois que contei como foi minha primeira siririca, hoje vou narrar como peguei pela primeira vez em um pau.

ela confessou que apesar de estar indo contra sua fé, o futuro do filho era mais importante.