Esposa Na Suruba Com Negões – Corno Filma

Esposa Na Suruba Com Negões – Corno Filma

Esposa Na Suruba Com Negões – Corno Filma

Porque ela tinha deixado um canalha filmá-la na hora de uma transa.

Um belo dia meu marido e eu fomos pra uma resenha em Rocha Miranda, chegando lá fiquei toda animada por ter música ao vivo e negoes interessantes também. Entrei com ela no primeiro motel que achei e minha esposa foi logo dizendo:” coloca a mão na buceta da tua puta e veja se eu gostei, nem tomei banho ainda p meu corno ver”E me contou que seu primeiro cliente era um garoto MT bonito de 1,80 pele clara e 22cm de pau.

Acabou que depois que comeram minha namorada ela gostou de dar para outros e vez ou outra nós fazemos uma suruba, sempre com vários caras fodendo ela e eu ali do lado tocando minha punheta.

vínhamos fantasiando ela dando pra outro na minha frente à mais ou menos um ano e meio, até que um dia conhecemos um cara pela Internet chamado Paulo, propomos a ele, que topou de cara, conversamos por alguns dias ele enviou várias fotos suas e minha esposa já conversava livremente com ele por mensagens, a gente transava olhando as fotos do pau dele, minha esposa estava decidida a me fazer de corno com ele, um belo dia tiramos folga juntos e convidamos o Paulo pra ir até a nossa casa, marcamos às sete, e passamos a tarde toda preparando tudo, arrumando o quarto, a cama que seria usada por eles, ela depilou a buceta e tomou um banho muito demorado, estávamos muito nervosos, era a nossa primeira vez com outro, minha esposa estava usando apenas um vestido de alcinha e uma mini calcinha, estava uma delícia, ele mandou uma mensagem dizendo que já estava perto, de repente a campainha tocou e eu abri a porta, ele entrou, me cumprimentou e foi em direção a minha esposa enquanto eu fechei a porta, quando virei vi os dois de mãos dadas já entrando no quarto, fiquei louco de tesão , quando entrei no quarto eles já estavam se agarrando, sentei numa poltrona e fiquei assistindo e batendo uma punheta, ele passava a mão na bunda dela e foi subindo o vestido até ela ficar só de calcinha, ela me olhava e com um sorriso safado ela perguntava se eu estava gostando, eu dizia que estava adorando, e ela ficava me chamando de corno, que eu havia nascido pra ser corno manso, ela se ajoelhou, abriu a calça dele e começou mamar no pau dele, chupou por um tempo depois ela levantou veio na minha direção, me deu Beijo e foi pra cama com ele, ele a deitou tirou a calcinha começou chupar a buceta dela que gemia igual uma putinha, ele chupou ela toda, ela gemia e me chamava de corno, perguntava se eu estava gostando de ver ela dando a buceta pra outro, e eu respondí que estava adorando,"(P.