Esposa Sendo Arrombada Por Dois Negões (dupla Penetração Anal

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Esposa Sendo Arrombada Por Dois Negões (dupla Penetração Anal

Esposa Sendo Arrombada Por Dois Negões (dupla Penetração Anal

Ela ficou toda arrepiada e foi pro banheiro.

Eles estavam no sofá e eu na mesa da sala vendo a festa. pois bem, dez minutos dentro de seu apto quase vazio e tirando medidas, fitando seu corpo de cima a baixo, me fez pensar em mil coisas. garganta, eu mal consegia respirar, de peito na cama sendo arrombada portirar o fôlego. O nome dele era pablo, era o típico garoto problema, e era o unico que eu via ter segundas intenções comigo.

Após o padre sair da igreja já foi logo pra lá pra casa dela. Minha esposa pediu que eu falasse com ele pra mudar de cama pra ela poder deixar bem forte o ar condicionado, falei com ele e ele mudou para a cama que ficava de frente para o único banheiro. Ao sair do quarto ele me alcançou na sala bebendo o resto do vinho, me chamou pra a varanda e foi me contar tim-tim por tim-tim como ele tinha trepado com a Mônica, aliás você. De imediato encostei meu pau duro nela que ainda estava de quatro para ela sentir a pressão do porteiro, ela falou: “Nossa, que delícia”.

andei até a sala aonde as duas estavam e elas me olharam safadamente e sentei no sofá, com o consolo apontando para cima.

Cibele me responde, suspirando:– Me beija, por favor!Assim, aperto firme sua coxa, próximo a sua virilha e com a outra mão a trago até a minha boca segurando pelo pescoço. Como esses homens tem tara de ver mulher sendo enrabado por negões, né? No quarta somente uma cama king size.

garganta, eu mal consegia respirar, de peito na cama sendo arrombada portirar o fôlego. Começou os movimentos lentos e firmes, pedi pra ele aumentar o ritmo, ele socou forte,dava tapas na minha bunda,puxava meu cabelo,me chamava de vadia,safada,cachorra, eu só conseguia gemer e pedir pra ele não parar,tive o primeiro orgasmo durante uma penetração,foi incrível,uma sensação que eu nunca senti antes.