Flagra Amador Brasileiro Real Moreninha Casada Gostosa Gozando Enquanto Tarado Grava Putinha De Goiânia Goiás

Flagra Amador Brasileiro Real Moreninha Casada Gostosa Gozando Enquanto Tarado Grava Putinha De Goiânia Goiás

Flagra Amador Brasileiro Real Moreninha Casada Gostosa Gozando Enquanto Tarado Grava Putinha De Goiânia Goiás

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. falou -Sempre te achei muito linda e muito gostosa, sempre tive um desejo imenso por vc.

Troca de papo e logo ele começa a jogar enquanto fico ao lado da mesa, observando.

Hoje ela está casada e tem um filho.

Somos de Goiânia, eu tenho 27 ela 21, se gostarem mande-nos um e-mail,.

Porque eu estou gozando dentro de você, dentro de seu rabo quente… goza Nina.

Sou português e como tal peço desculpa se algum termo que usar, não for familiar ao povo brasileiro que domina este site.

Enquanto penetrava Mari gemia e pedia mais:-AIHHAIII…assim papai…fode tua menininha…que pauzão o papai safado tem…tá bom meter na filhinha?Resolvi brincar:-Que filhinha? Não era uma putinha? Eu acho que peguei uma vadiazinha na rua, quanto você cobra mesmo…cem reais?Ela sorriu com cara de sapeca e para gozar comigo:-Vai lhe custar tres mil reais…já esqueceu?Relaxados e ela já acostumada com meu pauzão dentro dela comecei a bombar,devagar no início e depois aumentando até ela voltar a gemer e gritar demonstrando muito prazer, eu tirava quase tudo e metia rasgando, esqueci que era minha filha, alguém pode me culpar? Bombei forte como as vadias gostam e ela aguentou bem, gritando pediu mais e mais até se descontrolar em múltiplos orgasmos. Eu sabia que ela via meus olhares, sempre dava um sorrisinho irônico quando me pegava flagrando algum lance dela, mas nunca fez nada para permitir uma entrada, nem eu estava particularmente interessado nisso, eu me contentava só com as visões dos seios dela nas camisetinhas folgadas. Me desculpe eu não queria…"Somos um casal que se ama muito , casal jovem , cheio de sonhos e fantasias realizadas e outras ainda não realizadas , adoramos sair por aí , viajar e conhecer novas pessoas e lugares , adoramos Swing e Ménage feminino e masculino , atualmente a fantasia de ver minha loira com um amigo , é a que mais me realiza , tanto que ela me chama de “Corninho” e eu adoro , nada de humilhação extrema nem sadomazoquismo , etc mas a fantasia de uma terceira pessoa sempre nos faz bem , foi aí que aconteceu o fato que vou narrar pra vocês agora:Minha loira e eu estávamos viajando pra Goiás para participarmos de uma festa com muitos amigos casais e singles , o tesão estava a mil porque desde que falamos nessa festa , começamos a nos preparar com entusiasmo pois a festa prometia um fim de semana muito animado , no caminho paramos várias vezes em postos , restaurantes , etc… ela com um vestidinho branco muito bonito e um pouco curto que mostrava suas deliciosas curvas e seu bumbum gostoso quando se abaixava e um decote que deixava à vista seus deliciosos peitões que eu adoro mamar , hummmmmm , a loira é um tesão mesmo. Tive uma surpresa quando cheguei em sua casa e vi que aquela sua irmãzinha chata, tinha crescido, 18 anos, moreninha, seios grandes, uma bundinha não muito grande mas bem durinha, não muito magra, do jeio que eu gosto, um tesão. Imobilizando-me com um abraço que era quase uma gravata, ele empurrou o que ainda restava daquele salame nas minhas entranhas. Eu não respondi, não conseguia pensar, se abrisse a boca não sei se iria implorar que ele me comesseou o chamar de vagabundo tarado.