Gozando na cara da safada

126 visualizações

8 seg

Categoria:

Tag: ,

126 visualizações

8 seg

Categoria:

Tag: ,

Gozando na cara da safada

Gozando na cara da safada

Deitei-me no chao, era a minha vez de delirar! Sabia que ela era inexperiente, mas qualque carinho vindo dela, so sendo quem era, a pessoa que eu amava, ja me faria gozar, com certeza! Antes de ela comecar os carinhos pedi a ela que gritasse a nota mais aguda que conhecia e que depois cantasse para mim a musica mais aguda do seu enorme repertorio! So de ouvi-la gritar fiquei dominada pelo tesao, quando ela comecou a cantar entao… me contorcia toda, gemia de tanto tesao! vendo minha excitacao ela lambeu-me os seios e desceu direto a minha xota! Encostou a lingua de leve no meu grelo o que me fez urrar de prazer! Enquanto ela me lambia aquela regiao enfiou seu dedo medio em minha xota e comecou um delicioso vai-e-vem, sempre me lambendo e chupando! Estava delirando, ela era inexperiente, mas sabia muito bem como excitar uma mulher! Eu implorava para que nao parasse! Ela, com certeza, percebeu a influencia que a sua voz tinha sobre o meu corpo, pois quando percebeu que eu estava prestes a gozar comecou a cantar! Ao ouvir aquele som maravilhoso fui a loucura e gozei gostoso, como nunca havia gozado antes! Percebi que ela estava gozando por me ver gozar! Nao queria interromper o seu gozo, por isso comecei um 69.

Tirei a cueca boxer que estava apertando, e fiquei somente com o short, meio receoso pois estava marcando bem meu pau, saí do banheiro rapidamente e fui em direção a meu quarto, pois eles estava esperando para tambem usar o banheiro, desejei uma boa noite para Alexandre e sua namorada, André ja estava dormindo, mas antes de ir para o quarto, passei pela cozinha para tomar agua, quando terminei Sara estava na porta da cozinha me olhando, dizendo que tambem iria beber agua, desejei boa noite a ela mas a safada estava com olhos vidrados no volume do meu short, que a essa hora estava ficando duro como pedra, fiquei sem jeito passei por ela e fui para o quarto, fechei a porta e fiquei imaginando se era efeito da bebida ou se Sara estava realmente me desejando, naquela noite bati uma punheta em homenagem a Sara e dormi.