Gozando na siririca nervosa

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

Gozando na siririca nervosa

Gozando na siririca nervosa

Subi em cima dele e pousei minha bucetinha em sua boca já gozando, enquanto eu gozava continuei me deliciando chupando aquele cacete maravilhoso.

Antes que vocês se perguntem:não,não me separei do Bruno. Desculpa! Não vai acontecer mais. Meu pinto não tava nem duro nem mole, tava meio termo. Girando o corpo na poltrona Raliely ajoelhou-se de costas para seu primo. Quando encostou seu corpo no meu, e meu pau estava todo atolado nela, ela ficou imóvel, sentindo meu caralho pulsar, por alguns segundos, então olhou na direção de Vitor, que continuava imóvel, com o controle na mão, e começou a subir e descer lentamente, e a cada estocada era um suspiro mais forte, e continuamos nesse ritmo por algum tempo, mas eu não aguentava mais, queria meter forte, então ainda segurando seu quadril, forcei um ritmo mais rápido, seu corpo já se chocava contra o meu, e a adrenalina nos fazia querer gemer alto, gritar, e aquela buceta escorria pela minhas coxas, ela estava completamente molhada.

Chamava-se Luciana e era toda linda: 35 anos, alta, rosto bonito, pernocas torneadas, sorriso contagiante, um colírio para os nossos olhos, os seus alunos! Não preciso dizer que todos nós estávamos caídos de quatro por ela e que muitas e muitas masturbações foram executadas em seu louvor nos WC da Faculdade…! Mas era casada e parecia ser muito séria, embora parecesse se divertir bastante com o frisson que a sua presença sensual e encantadora produzia em nossa turma, predominantemente masculina. Depois conto outras histárias"Gritei, gritei muito enquanto ele socava, metia o pau na minha bunda e tocava uma siririca no meu grelinho, com um dedo no meu clitóris e outro invadindo minha bocetinhamolhadinha. Isso me incomoda muito! Cara, eu não tenho nada para fazer. Ai ele encostou a pica monstruosa (era a que eu tinha mais medo) no olho do meu cú e começou a meter.

A Patrícia ria, nervosa com a situação, e tentando se equilibrar na cama macia, já alterada pelo álcool.