Loira muito gostosa se filmando

Loira muito gostosa se filmando

Loira muito gostosa se filmando

Não demorou muito e gozou feito uma cadela, urrando, gemendo e delirando de prazer com minha língua engolindo seu grelinho e os dedos dentro da boceta. As mãos dela pareciam macias e Eliana parecia bem relaxada,as mãos de Lídia passavam por suas costas chegando até a parte de baixo do biquine.

"Deixem me esclarecer um pouco esta parte confusa, por que foi confuso para minha cabeça no momento também; A Andréia , além de estar com a minha pica toda até a garganta estava conseguindo acariciar o meu cú com a ponta de sua língua. Eu tinha uns 17 anos e estava no 2º ano do ensino médio. – Fica sem graça não, tá? Bebê – dei enfase na última palavra. A outra parte de mim queria ver aonde esse jogo ia dar.

Ela ficou meio sem resposta e disse – é , depois dakele dia que voce levantou minha camisola e fez aquilo eu tenho visto muito isso – nunca me senti daquele jeitoO ar em meus pulmões faltou e me calei.

Com a Jennifer já deitada de frente no chão, tirei a blusinha dela e em seguida puxei a calcinha com tudo, e ela gemeu de dor, mas logo se conteve quando eu pressionei minha mão sobre sua buceta.

Achei que fosse a Loira, mas pra minha surpresa, era mais um cara. "Acreditem: ver minha mulher gostosa nua é uma delícia mas vê-la nua sem ela saber que estou escondido ou filmando-a escondido é uma delícia.

""– Você é muito gostosa tia, eu sempre qui* comer você, sempre que você estava na nossa casa eu me escondia no quarto para bater uma punheta e pensar nessa bunda. O conheci na faculdade pois ele cursa Ciências da Computação. Pensei que como estava aberto, e embaixo do chuveiro, iria mais fácil, mas me enganei, a agua fez meu cu ficar mais fechado, e doeu, não tanto como antes pq já estava aberto, mas doeu muito mesmo assim.

Usei minha outra mão para colocar delicadamente um dedo na minha bucetinha, um movimento vai e bem delicioso, já fazia movimentos circulares bem intensos no meu grelinho, gemia bastante, sempre gostei de gemer escandalosamente como uma cachorra.