Menage Com Amigo No Motel Esposa Cavalgando

Menage Com Amigo No Motel Esposa Cavalgando

Menage Com Amigo No Motel Esposa Cavalgando

Fui pra casa e depois disso trepamos durante quase um ano e quando a gente se encotrava com as esposas dava muito tesao. E assim que todos foram dormir ela foi bater na porta dele. Beto puxou o corpo de Olívia e sentou-se no sofá, ela ficou cavalgando nele por um tempo, depois ela, sem deixar o pau dele sair de dentro de sua xotinha, novamente ficou de quatro e continuou recebendo as bombadas que ele dava.

"Descobrimos o mundo liberal a uns 08 anos e por muito tempo fomos frequentadores assíduos de menage e swing, o qual estamos afastados a uns 02 anos por opção dela (adoro ver ela com outros homens), porem nesse dia ela não resistiu!Fatos reais. Quando de repente ouvi um tiro que passou por mim, em seguida mais um, e mais outro tiro. Com 1,65 e 58 quilos, cabelos castanhos lisos e finos a cair nos ombros, seu bumbum era arrebitado e seios grandes para a idade, tinha olhos verdes como esmeraldas, causava sensação por onde passava. Partimos para o Bar ao encontro do nosso novo amigo.

E com os meus olhos entreabertos, vi a Luana deitar-se a um metro de distancia de mim, na cama ao lado.

Ao entrar ele me olha como que hipnotizado e vendo minhas pernas roliças mal cobertas por uma saia curta, diz; meu Deus, como você é linda! Eu quero fazer desta noite uma noite inesquecível para nós dois, e falando isso, lançou-se em minha direção e antes que eu esboçasse qualquer reação, segurou meu rosto e me deu um beijo intenso, me fez abrir a boca e senti sua língua descontrolada dentro de mim… pronto, lá estava eu novamente, sem defesa, à mercê de um novo homem, cheiroso, que começava a me proporcionar um prazer só conhecido recentemente.

Acredita? Tenho 18 anos há 8 meses e nunca fui num motel! Todas as minhas amigas já foram… eu morro de vontade!Ela mal terminou a frase e o sinal tocou.

Seguimos pra casa alegres e satifeitos pelo dia grato, ao chegar estranhei D.

Ela era de Belo Horizonte, e vinha nos visitar com alguma frequência.