Metendo Sem Dó No Cuzinho Da Safada

Metendo Sem Dó No Cuzinho Da Safada

Metendo Sem Dó No Cuzinho Da Safada

Papai falou; esse então puxou a mim não perde nada. – Que delicia, acaba com esse cu! – gritava Maneco, metendo mais forte no rabo do primo safado.

– Alan, vai jantar lá em casa, detesto fazer comida só pra mim…– Ora, vamos sim, eu ia pra casa comer algum congelado, é claro que vou preferir a comida que você faz. – Dona Sabila… nóis tem que passá pelo casarão abandonado que foi morada do seu tataravô…"Eu não respondi, inclinei-me e delicadamente pressionei meus lábios contra os seus. – “Caralho, amor… Puta que pariu, que loucura… Vocês duas são foda. Depois senti seu pau duro me invadindo, penetrando cada vez mais e mais.

Ele me seguiu até um canto do cinema atrás da última fileira de cadeiras. Aqui fora vc não tem hemorroidas…vamos ver dentro…e foi enfiando o dedo indicador no cú do cara…Djalma começou a gemer…e a pedir enfia,enfia porra,tira e põe,rápido…. Quando ele viu ficou muito sem graça e eu perguntei o que era.

Depois disto ele falou: “Amor, agora que já fiz minha parte quero que você faça a sua, me faz gozar comendo o teu cuzinho, por favor?!” Eu não tive como recusar aquele pedido então permiti que ele fodesse o meu cuzinho, mas pedi para ele meter devagar pois ainda era virgem atrás.

– Você quer ser comida por ele, sua puta safada quer?– Quero sim meu corno tesudo e quero muito.

Mas ai você não vai descobrir o que é se libertar.

Enquanto passava deixei meu braço esticado de propósito e minha mão bateu no meio de suas pernas. E ele ficou me olhando e tals, sempre que eu conversa com o primo dele ele smepre entrava no assunto. PEGO O PROTETOR SOLAR E COMEÇO A PASSAR NO ROSTO. Dali saíram para o píer, a lancha já estava preparada por um auxiliar dele.

A última foda foi em setembro…. Sou um tanto safadinha e esse pintor me chamou a atenção.