Minha Esposa Cavalgando Gostoso

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

Minha Esposa Cavalgando Gostoso

Minha Esposa Cavalgando Gostoso

com"Ai minha esposa saio de cima do roger e patricia que estava vestida ainda so tirou a calca jeans e sentou de frente no pau dele e ficou cavalgando e minha esposa me deu um beijo e falou ta contente amor vendo tua gata dando pra aquele macho ali e saio.

me dá sua mão esquerda e caminha em minha direção.

Como o colega estava demorando, o policial que estava na viatura resolveu averiguar a situação, encontrou a porta aberta da casa aberta e com certeza escutou os gemidos vindo do quarto, ele entrou no quarto e flagrou minha esposa sendo devorada por aquele negão, o casal animado percebeu a presença do terceiro elemento na cena, ficaram se olhando por um momento, minha esposa saiu de cima do negro e foi em direção ao outro policial, ele estava imóvel, ela tirou a roupa dele e começou a mamar com gosto, ela o puxou pela mão e o levou pra cama, voltou a posição em que estava cavalgando sobre o negro e pediu que o outro policial colocasse no rabo dela, eu não acreditei no que estava vendo, pois ela sempre fazia doce pra fazer anal comigo, e agora ela estava querendo uma dupla penetração, e foi assim que aconteceu, ele colocou por trás e os três quase quebraram a cama de tanto pular, parecia que iriam rasgá-la ao meio de tanta força que metiam nela, quando trocaram de posição o negão pegou-a de quatro, mesmo já tendo sido enrrabada naquela noite ela teve dificuldade para receber toda a ferramenta do negão o rabo, era muito grande, bem maior que a minha e que a do seu colega, mas ele não teve dó, colocou com força tudo dentro daquele rabo enquanto ela tentava mamar o outro policial, e foi assim que eles terminaram a noite, ela gozando muito, o negão enchendo o rabo dela de porra e o policial dando leite quente pra ela na boca, os três cairam sobre a cama, e eu pela internet pude assistir ao vivo minha mulher ser violada por vontade própria por um negão policial que se dizia meu amigo e por seu colega, eu também já tinha gozado várias vezes me masturbando com aquela cena. De repente, sinto suas pernas começarem a tremer, ela foi diminuindo o ritmo e como que evitando gritar, mordeu os meus dedos, ela gozava gostoso nesse momento, então soltei sua boca, e a deixei ficar alguns instantes encostada no meu peito, totalmente entregue ao prazer.