Morena Com TesÃo Na Bucetinha

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Morena Com TesÃo Na Bucetinha

Morena Com TesÃo Na Bucetinha

com suas pernas para fora da cama. Fiquei de 4 para facilitar para o Bob, que socou com força seu pau dentro de mim, e movimentava rapidamente aquele pau enorme. Foi quando ela me chamou e falou que queria um 69 comigo e ele metendo por trás, pois havíamos assistido um vídeo assim e havia adorado aquela posição,Antes de eu terminar a palavra o Carlos me agarrou, me deu um beijo delicioso, abaixou meu vestido, me colocou sentada em uma mesa eu com os seios pra fora ele mamando que nem um louco e a Clara transformada,aquela mulher estava possuída pelo tesão,ela sentou do meu lado, e realmente dirigia toda a cena:Olá a todos os amigos aqui presentes, me chamo Roberto, 25 anos, moro em BH-MG, um cara normal, com 1,78 de altura, 75kg, sem essa de lindo e sensual, um homem simples e comum. Ela arrebitou sua bundinha e começou a roçar meu pau bem devagar. Deitei em cima dela, subi beijando a barriga dela, passei pelo pescoço enquanto esfregava o grelinho dela, e daí ela me disse:-Vou assentar na sua cara, fazer o que eu tô esperando desde a hora que eu olhei pra essa tua carinha de puta safada.

Havia ja muitos carros parados na frente da mansão.

Ela morena cabelo escuros olhos castanhos rostinho de ninfeta bumbum medio e seios grandes,somos de fortaleza.

chegamos no local quase escurecendo, um lugar onde eu costumava levar as meninas para transar, pois era bem escondido, ela ficou um pouco com medo falou para mim que só iria conversar que eu falei q estava com saudade, começamos a conversar normal, mas ela sempre me tocando fazendo gracinha, e eu bobo nem nada comecei a falar de sacanagem. minha diarista estava por ali para fazer companhia a ele…após sair do banho a diarista foi embora e ficamos a sós.

Nessa hora ele nem resistiu ao beijo melado que dei nele.

Logo me deu uma vontade doida de gozar e não segurei. BOM TROCAMOS WHATS E COMEÇAMOS A CONVERSAR. Me chamo Ana, casei-me aos 18 anos, com o meu primeiro único homem da aminha vida, até o dia que consegui realmente ser uma verdadeira mulher.

Quando senti de novo que estava pra gozar, levantei ela e a coloquei de 4 no sofá, e fudi aquela bucetinha com toda força que ainda me restava.