Morena na siririca e cuzinho

206 visualizações

2 min

Categoria:

Tag:

206 visualizações

2 min

Categoria:

Tag:

Morena na siririca e cuzinho

Morena na siririca  e cuzinho

Eu, porém, fui mais além:– Por que não fica junto com a gente e curte o momento.

Depois de chupar aquele caralho por quase 15 minutos, pedi a ele que brincasse no meu cuzinho com os dedos. O convite de Alberto deixou meu marido felicíssimo, mas eu fiquei muito preocupada pela responsabilidade que passaria a ter. Deixou meu pau e minhas bolas bem babadas.

Dei uma mordidinha na sua orelha e disse: “eu posso te proporcionar muito mais prazer do que so uma siririca… posso te chupar todinha ate vc gozar… vc quer?” Era uma grande sacanagem o que eu estava fazendo com ela! Logico que ela queria e que nao teria coragem de me pedir! Mas eu tinha que faze-la se libertar dessa prisao que ela vivia, por isso comecei uma especie de tortura… comecei a estimular, bem devagar, o seu clitoris com a ponta do dedo indicador e perguntava: “vc quer, Anne??” Como ela nao me respondia continuamos com esse ritual algum tempo. Deveria ser alguma coisa relacionada com o email, respeitei e fiquei calado tb.

Ela disse : – isso não é lugar de tocar punheta, onde já se viu ?! Então ela pegou no meu braço e me levou até o banheiro,e disse: – aqui vc pode se diverti avontade.

Foi a primeira vez que vi alguém nú na minha frente.

Me virei de costas pra ele que levantou meu vestido beijando e lambendo meu pescoço e parte das minhas costas, comecei rebolar e senti pela primeira vez na vida outra pica me roçando por trás.

Fui tomar um banho e escutei quando a campainha do quarto tocou e a voz de alguém penetrou o recinto.

– Querido, eu pensei bem e acho que estou a fim de te satisfazer.

Ah, que se fodam…Pedi mais uma cerveja para evitar algum garçom pentelho olhando torto e terminei de ver o jornal. Meu nome é Ludmila, tenho 38 anos, morena clara, 1,70m,58 kg,me considero uma mulher em ótima forma pra idade, sou divorciada a 8 anos,moro sozinha já que meu filho foi morar em outra cidade por conta da faculdade.