Morena Rabuda Gostosa Gozando No Carro Siririca

24 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

visualizações

24 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

Morena Rabuda Gostosa Gozando No Carro Siririca

Morena Rabuda Gostosa Gozando No Carro Siririca

Olhando Ana tão próxima, puder reparar suas curvas com calma, uma perna morena e torneada, uma bundinha redonda e durinha se desenhava por trás daqueles panos, e devagar, como uma provocação, Ana subiu um pouco sua camisola, o suficiente para alcançar a alça de sua calcinha branca e me mostrar a polpinha de sua bunda. ""Bem , trabalhava em uma empresa de tecnologia , era Gerente de Manutenção e Suporte , tinha um bela mulher ,morena uns 20 anos uma bunda arrebitada maravilhosa e muito gostosa por sinal , não era linda, mas tinha um charme que me excitava , ela era secretária da diretoria , certo dia ela me disse que queria beber comigo alguns drink´s , descobri no outro dia que ela não bebia , passaram-se 1 ano e meio , eu saí da empresa e antes de sair deixei um cartão da outra empresa comela , pois bem , uma semana depois recebi um recado da secretária que uma mulher chamada Rosana tinha me ligado e pediu para que eu retornasse a ligação , liguei no outro dia , ela atendeu e me falou que nem deu tempo de se despedir , então marquei um dia ( 2 semanas depois ) para ela conhecer a nova empresa que eu estava trabalhando , como o expediente acabava 17:30 , marquei as 18:00 , pois estava de plantão sozinho até as 22:00 , ela chegou , ao abrir a porta senti um perfume afrodizíaco estonteante , fiquei com uma vontade incrível de beijar aqueles lábios carnudos , começamos e conversar no sofá do corredor ao lado da sala da diretoria , papo vai , papo vem , começamos um beijo de língua bem quente , meu pau já estava duríssimoela , abri o zíper da calça e coloquei minha pica para fora, ela começou a acariciar a cabeça e tocando uma punheta , comecei abaixando a cabeça dela até chegar na minha pica , ela ficou dando beijinhos na cabeça da pica e acariciando as minhas bolas , começou a chupar meu pau com um vontade e tanto , estávamos sentados , ela estava de saia , levantei a saia e meti meu dedo na buceta dela afastando a calcinha que já estava toda melada , comecei uma siririca , notei que estava muito apertado , ela sussurrou no meu ouvido ” sou virgem ” eu já estava querendo meter a pica e parei com a siririca e falai para ela se ela se importava em deixar eu meter no cuzinho dela , para emu espanto ela falou que queria mesmo que eu tirasse o cabaço dela , ela sabia que eu era casado , mas enfatizou que eu é que tiraria o cabaço dela , só depois ela pensaria em me dar ou não o cuzinho virgem tb , fomos para o chão ficamos inteiramente nus e começamos um 69 maravilhoso ,gozei na boca dela 2 vezes e ela várias com minha língua na buceta e com uma siririca deliciosa que toquei nela , depois desse maratona de sexo oral , nos arrumamos e deixei ela em casa e marcamos uma foda em um Motel para que eu tirasse o cabaço … isso eu conto depois , me aguardem rsrs …"continuaO boxe era comprido o bastante para nós dois, mas não era tão largo. -Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai.

A mina é gostosa e muito safada.

Chegando na cozinha ela encostou em uma mesa dessas antigas de madeira… arrebitou aquela bunda… eu peguei e encostei por trás, encaixei meu pau bem no meio das nádegas… que delícia, me esfregar naquela morena gostosa e safada… segurei os peitos dela por cima da roupa… durinhos… senti o cheiro do perfume dela no pescoço e falei… “Jô… não to aguentando de tesão”…Quando o carro passou por um trecho da rua com pouca iluminação ele me pediu para mamar a picona dele enquanto dirigia e disse pro meu marido pedir pra mim mamar a pica dele. Meu irmão socou o pau na minha boceta e empurrou até o fundo, aquilo ia e voltava sem parar, eu delirava, gemia e rebolava meu irmão já estava quase gozando, quando eu pedi pra ele não gozar dentro da minha boceta, então ele tirou da boceta e socou no meu cuzinho, com muito carinho ele foi empurrando até entrar inteirinho, depois ele ficou bom bando, bom bando, segurando e acariciando os meus seios, me chamando de gostosa, beijando a minha boca e sugando a minha língua, como um louco descontrolado, de repente ele deu duas socadas bem rápidas e bem fundas ai eu senti a sua porra quentinha escorrendo no meu cuzinho.