Nesse Porno Amigas Gostosa Gemendo Com Dedinho No Cuzinho Com O Vizinho Do Rio De Janeiro

96 seg

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

96 seg

Categoria:

Tag: , ,

Nesse Porno Amigas Gostosa Gemendo Com Dedinho No Cuzinho Com O Vizinho Do Rio De Janeiro

Nesse Porno Amigas Gostosa Gemendo Com Dedinho No Cuzinho Com O Vizinho Do Rio De Janeiro

De repente Ana, que suspirava abafado, contendo o gemido, não aguentou e soltou um gemido alto, que me fez gelar até a espinha, nesse momento, a puxei de encosto ao meu peito, passei um braço em volta de sua barriga, e com a outra mão tampei sua boca. Poucos dias depois, voltei a encontrar Tatiana na parada de ônibus e ela já veio me cumprimentar como velhas amigas.

Ele tinha incentivado sua esposinha aquela situação e agora não podia parar aquele gigante, mesmo que quisesse!! É, parecia que ele ia levar chifres mesmo!! Lágrimas lhe vieram aos olhos! Bom, pelo menos cento e cinqüenta dólares lhe aliviaria a dor dos cornos! E também Gisele não sabia o que estava acontecendo com ela!-Vem cá…crioulo machudo!! Você me fez gozar como nunca!! Deixa agora eu retribuir…com minha boquinha!!Não, não era verdade!! Sua esposinha que apenas dias antes começara a lhe fazer boquete com perfeição de uma profissional, ia agora presentear aquele negão que ela mal conhecia!!-Meu deus! Ela deve tá inteiramente fora de si!!Não sabe o que está fazendo…Gisele ajoelha-se a beira da cama enquanto Ruddi também se ajeita ficando com as canelas fora da cama e Gisele entre suas pernas olhando extasiada a imensa tora de carne negra em suas mãos!!Gil também via a imensidão de rola que Ruddi possuía!! Mais um motivo pra se sentir profundamente humilhado! Gil pela primeira vez notava a exuberância das nádegas de sua mulherzinha e por um breve momento um brilho de felicidade passou em seus olhos quando ele imaginou que quando tudo terminasse ele iria possuir aquele cuzinho virgem da esposinha!!Porém ao ver os lábios de Gisele ovalarem-se ao se aproximarem da arroxeada bolota da glande de Ruddi, ele não conteve um soluço e as lágrimas!! Gil teve que morder a própria mão para não deixar seus chifradores escutá-lo.

"– Caralho gata, eu sabia que você era louquinha desde a nossa época de colégio, com historias dignas de um filme pornô, mais isto foi demais, foi fantástico, que ficou com tesão agora fui eu. – Ah… você veio primeiro hoje, hein? Mas se achou que ia se livrar de mim se enganou, estou muito a fim!– Tá esperando o quê para entrar aqui?Ela tirou o pijaminha que usava e entrou na banheira com ele e foi dar aquela chupada gostosa no pau do irmão.

Não podia deixar de pensar que fodia a buceta que acabava de ser fudida por outro e isso me excitava, além de vê-la ofegante pelas minhas estocadas beijando outra boca, gemendo de prazer e beijando outra boca, completamente a vontade e entregue as delicias que o momento proporcionava.

Até que em janeiro deste ano, ela pegou férias, e quando voltou disse que não iria sozinha pra praia no carnaval com as pessoas da família, que iria com o novo “namorado”…No carnaval ela foi com o namorado (um coroa, careca e uns 10 anos mais velho que ela) disse que tava na hora de sossegar a vida e ter alguém pra conviver no dia a dia e que a menina também precisava de um padastro, mas continuava a me olhar com aquela cara de puta…. Falei que era bonita também e que parecia ser pesada para carregar, ele riu e perguntou se eu queria segurar para sentir o peso, estiquei a mão e segurei, apertei e abri a mão com ela latejando na minha palma, na hora exalou um perfume de sexo gostoso, e não me contive e falei que ela estava perfeita para crescer na boca, ele se levantou ficou em pé na minha lateral e deixou sua bengala bem do lado do meu rosto, engoli a saliva para ele não sentir a língua quente do café e dei um beijo na cabeça, ele falou para não demorar pois não iria dar tempo de colocar ele todo na boca, abri bem a boca e fui sugando seu pau para dentro, ele gemia dizendo que eu era uma putinha gostosa que sabia o que estava fazendo, disse que nunca foi mamado assim com o pau mole, enterrei ele todo na boca, senti sua cabeça bater na minha glote e fiquei sugando passando a língua no sacão, seu pau latejava e dava uns saltos de ereção que quase me fez regurgitar, tirei ele da boca e seu pau duplicou de volume, seu Luiz perguntou o que eu iria fazer agora, falei que a casa não tinha como a gente fazer nada e ele falou que poderíamos ir para a sua casa que eu iria gostar muito, ele colocou o pau para dentro da sunga e eu levantei da cadeira com as pernas bambas, já havia dado o pontapé inicial para a loucura com o vizinho do meu amigo, mas ao chegar no portão estavam chegando o irmão do seu Luiz com a cunhada, ele ficou ainda dentro do meu portão para eles não desconfiarem do seu pau duro, conversou com seu irmão que foi logo entrando em sua casa, ele virou pra mim e perguntou onde eu iria dormir, falei que iria arrumar um canto e que dormiria até na cadeira de praia, ele então falou que tinha um quarto extra e que eu não precisaria dormir desconfortável. Já amamentei e os bicos dos meus peitos são proeminentes, salientes, parecem pequenos dedinhos, meu grelinho é exatamente igual ao bico dos meus peitos, mais parecem um pequeno pintinho de criança.