Ninfeta morena cavala tocando siririca

visualizações

1 min 16 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Ninfeta morena cavala tocando siririca

Ninfeta morena cavala tocando siririca

O lubrificante que ele passara fazia com que brilhasse, ressaltando suas dimensões cavalares, embora a palavra “cavalar” dê a ideia de algo comprido; na posição em que eu estava, prestes a ser empalado, o que mais me impressionava e assustava era a grossura; meus pensamentos foram interrompidos pela voz dele. -Papai… -eu gemi, ele chupou co mais vontade, me guiou até a cama-Agora quero ver sua Bundinha.

O interessante é que as mulheres ficaram tão íntimas o guarda roupa delas ficou comum.

– Respondi enquanto pegava minhas roupas espalhadas por toda sala.

Eu perguntei a razão, ela me disse apenas que eram paisagens lindas, e, de fato, levava sempre a máquina e fotografava bastante.

Acho que o fim de semana promete.

e vem agora que eu já esperei por vc demais…não consegui dizer nada e ainda pensei em desistir,mas o tesão por aquela ninfeta malcriada foi bem maior. E continuei chupando a cabecinha e ele mesmo depois de ter gozado continuava, incrivelmente com pau duro, grosso e gostoso do mesmo jeito, então ele me virou e começou a fuder minha Buceta, fuder com força e gostoso (eu to gozando agora só de lembrar)enquanto eu assistia tudo o que ele estava fazendo pelo espelho e delirando de tanto prazer e gozamos juntos, foi maravilhoso, mas ele ainda assim continuava com o seu Pau duro e então me colocou de quatro e começou a fuder o meu Cú, enquanto eu batia uma Siririca bem gostosa por muito tempo até que gozamos juntos denovo. Era de família extremamente religiosa, cobria-se quase que totalmente, não se maquiava, mas ainda assim era uma morena de um 1,65, seios empinados e uma bunda dura e redonda que estonteava qualquer um em qualquer ocasião.

Ela não estava tocando em mim, mas estava bem próxima, o suficiente para meu tesão ir aos céus. rnCada vez um teria que pegar a bola atravessar a piscina e jogar no gol do ?adversário? e logicamente o outro iria tentar impedir isso. A sensação era boa, sei lá o que estava acontecendo comigo.