Policial Gordelicia Cavalgando Até Sortudo Gozar

98 seg

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

98 seg

Categoria:

Tag: , ,

Policial Gordelicia Cavalgando Até Sortudo Gozar

Policial Gordelicia Cavalgando Até Sortudo Gozar

Deu uma risadinha, virou e foi para o quarto se arrumar.

Ele então me abraçou por trás e falava putarias no meu ouvido e beijava meu pescoço. Depois de alguns minutos de conversa o policial que era nosso amigo mandou o colega esperar no carro que ele iria vistoriar a casa por dentro, o outro voltou pra viatura e ele entrou, nem fecharam a porta e sentaram no sofá, fiquei só observando, minha esposa parecia muito interessada na conversa, sorria muito, movimentava as pernas em sinal de nervosismo, passava a mão no cabelo seguidamente, parecia querer seduzi-lo, ele era um negro alto, talvez um metro e oitenta ou mais, muito forte, também se animou com a conversa. Fiquei com aquilo na cabeça e, o pensamento de que eu era um tiozão tosco logo ofuscou qualquer fantasia que eu pudesse ter… “Sortudo esse Dante!” Pensei. Não vou mais nos descrever para que leiam as partes anteriores;apenas vou dizer que somos todos casados,alguns com filhos,machos e trabalhamos na mesma empresa com filiais pelo Brasil e nos encontramos num congresso empresarial da empresa. Ela ficou com a coluna ereta cavalgando devagar ela saiu de cima e ficou de quatro. meu pau entrava e saia, ela anunciou que iria gozar, o que aconteceu junto com meu orgasmo.

Eu me aproximo, sento na cama, devagar, pra não acorda-la e beijo o seu rosto. Seu jeito de andar era engraçado, seu quadril balançava muito mais do que o de um menino normal, sua mão se mexia bastante também, sua face não possuía nada de surpreendente, feições bastante normais alias, mas seu sorriso me chamou a atenção, seu olhar me prendeu, e quando ele levantou a mão para arrumar o cabelo jogado para o lado? A forma que tocava sua pele morena me fazia continuar o encarando.

Mas fez as duas prometerem que iriam visitá-lo em Niterói.

Acho que o fato de ter acrescentado a frase _ Um cliente por dia.

Ele estava doido de tesão.