Porno caseiro delicioso novinha muito safadinha comendo a safada para amigos e corno filmando rio de janeiro – rj

1 min 38 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

1 min 38 seg

Categoria:

Tag: ,

Porno caseiro delicioso novinha muito safadinha comendo a safada para amigos e corno filmando rio de janeiro – rj

Porno caseiro delicioso novinha muito safadinha comendo a safada para amigos e corno filmando rio de janeiro – rj

Nisso ela foi virando o corpo em cima da cama e trazendo a buceta na minha cara, ainda de calcinha, e engatamos em um 69 delicioso, só afastando a calcinha. Foi então que o tamanho da encrenca veio à luz:-Tá certo papai, não seja fingido…sempre soube que você é um pegador de novinhas e agora é a minha vez. AAAAAAAAAAAAAHHHHHHHH CORNO, DEIXA EU DAR PRA ESSE PRETO TODOS DIAS, DEIXA?"Me chamo Jorge, sou moreno claro 1,79 m 76 kg, 19 CM de rola que deixa as mulheres malucas só de ver, imagina quando sentem, toca nele. "Cada fim de semana um grupo de amigos nos acompanha.

SOU SUA!FORAM AS PALAVRAS QUE ELA ESTAVA ESPERANDO PRA CAIR COM TUDO CHUPANDO MEU CLITÓRIS ELA COLOCOU UM DEDO NA ENTRADINHA DA MINHA BUCETA E O POLEGAR NA PORTINHA DO MEU CU EU GEMIA E GOZAVA– QUE DELÍCIA! GOZA MINHA SAFADA! VOU TE COMER KIM TODINHA!DO NADA ELA PAROU.

"-Ué, não tomou banho amor? – Perguntou Isa sem notar que Gabriel estava comendo sua tia. Próximo ao casarão, moravam numa casinha um casal de caseiros e sua filha.

Ele me confidenciou que frequentava paginas de sexo na internet, vendo filmes pornos, contos eróticos e sites de homens demonstrando as suas mulheres nuas, porque aquilo deixava com tesão é sempre ficava imaginando sexo daquela maneira comigo, olhar as mulheres com biquínis sexys, mas nunca esteve com outra mulher.

Eu fiquei ali atônito sem reação olhando pra ele e sentia que aquela tinha sido a experiência mais gostosa que vivi (não sabia que era tão gostoso brincar sem roupas…rs!) e já estava planejando a próxima com ele mas isso fica pro próximo conto, ok?""Olá Pessoal esse conto realmente aconteceu comigo, porém os nomes estão trocados para não prejudicar ninguém, tenho 29 ano meu colega de trabalhe e filho do dono da empresa se chama Felipe tem 28 anos, sempre achei ele gato, charmoso e muito gostoso, mas fiquei na minha pois ele é casado, no final de 2013 tivemos uma festa de confraternização entre funcionários e representantes importantes da empresa, esse dia todos estávamos nos divertindo, até que teve uma certa hora sem mais sem menos nem sei porque eu fiz aquilo, sendo que só havia bebido 1 taça de espanhola, dei um tapa na bunda do Felipe ele lógico ficou sem graça mas só estava nos 2 nessa hora então ninguém viu e ficou por isso mesmo, em janeiro de 2014 ele me chamou na sala dele e comentou sobre o tapa dando risada disse é senhorita Caroline vai ter volta o tapa que você me deu, lógico que me fiz de louca, dizendo que tapa, então ele até me perguntou se eu tava bêbada pra não lembrar eu ri disse para nem te bati direito, ri fiquei sem graça e pedi licença, passando uns dias Felipe começou a me olhava e dizia vou descontar, até que no dia 16 de janeiro de 2014 eu fui almoçar fora com minha amiga mas antes de eu sair Felipe me chamou na sala dele ele estava encostado na parede e me perguntou que horas eu ia retornar do almoço e que eu estava muito linda fiquei sem graça avisei que entre uma hora e meia estava de volta então ele espero eu me virar e me agarrou por traz porém ele não me deu um tapa sim apertou minha bunda e logo em seguida fazendo eu senti sua ereção, mas não rolou nada pois minha amiga havia chegado pra gente almoçar e no meu almoço pensei nele naquela pegada que ele me deu, quando voltei do almoço ele deu uma saída e pediu que eu ficasse até ele voltar, pois como eu era a secretária do pai dele e ele precisava resolver alguns detalhes de alguns clientes e o pai dele estava fora, ele que estava tomando conta da empresa, quando ele voltou pediu para que eu fosse na sala dele, detalhe todos já haviam ido embora apenas estava eu e ele, foi ai que ele me beijou que perdi o fôlego, mas ai ele parou pedindo desculpas pois era casado, mas que eu mexia com ele, sem jeito fui embora pois gostei do beijo dele e da pegada dele. Me senti o pior dos seres e chorei muito aquela noite. Mas ela, safadinha como era, de olho na porta do escritório do pai, procurava tesar o tio. E eu só pensando em que aquilo ia dar… quando olhei meu marido eu quase gozei naquele instante, ele estava babando de tanto tesão, filmando a cena e massageando seu pênis completamente ereto.