Porno caseiro dos bons esposa super cavala comendo esposa vagabunda com o macho de jacarepaguá – rj

visualizações

1 min 32 seg

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

1 min 32 seg

Categoria:

Tag: , ,

Porno caseiro dos bons esposa super cavala comendo esposa vagabunda com o macho de jacarepaguá – rj

Porno caseiro dos bons esposa super cavala comendo esposa vagabunda com o macho de jacarepaguá – rj

Marcela e Fran só usam fio dental e a amiga delas também, foram pra piscina, os rapazes foram fazer churrasco junto comigo, começamos todos a tomar cerveja, o dia transcorreu normal, a noite marcamos de ir a cidade ver o mela mela na praça, deixamos as meninas na casa e fomos, já bem entrosados pela bebida e pelo dia juntos, a Marcela de short de malha e um bluzinha sem sutiã, a Fran e a amiga também, chegando lá fomos comprar bebida, elas todas animadas, no mela mela, começou as brincadeiras, notava que tanto o namorado da Fran como o amigo por serem mais jovens eram bem salientes, vez por outra pegavam a Marcela pela cintura e saiam brincando, eu como não achei nada demais, num determinado momento o namorado da Fran abraçou a Fran e Marcela pela cintura e ficou um bom tempo, olhei desconfiado quando vi ele passar a mão boba na sua bunda, ela não fez reação, fiquei só olhando pois os olhos dela brilhava, ele apertava sua cintura puxando pra junto de si, e depois agora descabidamente apertou sua bunda com a mão, notei que ela deu um beliscão nele rindo pra ele, acho que foi a aprovação, fiquei com ciumes, mais inexplicavelmente com tesão também, notei que a Fran estava vendo mais era cúmplice, pois até incentiva a amiga com os olhos, o outro casal estava proximo, acham que estavam vendo pois é muito explicito, mais não esboçavam reação, bom fiquei proximo na minha tomando cerveja e resolvi entra na brincadeira servindo cerveja para eles, disse que iria num bar comprar mais, peguei o isopor e fui, quando voltei acho que eles sabiam que eu não iriam ter nenhuma reação, a Marcela e Fran estavam aguarradas no pescoço dele, Marcela tinha dado um beijo no pescoço dele e ele alisando suas costas, me aproximei coloquei cerveja nos copos deles e continuamos, Marcela vez por outra vinha em minha direção, me dava um beijinho e, voltava pros braços dele, assim ficaram até meia noite quando o mela mela acabou, fomos todos pros carros para volta ao sitio, no carro Marcela notou que eu estava de pau duro, pegou no meu pau, vinha devagar para não bater o carro, ela tirou o pau para fora e disse hum amor esta assim, rapidamente ela tirou seu short, ficando só de calcinha, meteu a mão na buceta e passou na minha boca, olha amor tô toda gozadinha, fiz só ri, ficou me punhetando no carro e dando uns beijinhos, com as pernas abertas e eu com uma mão na sua buceta toda melada, eu disse amor eu vi você e o namorado da Fran, ela riu e disse gostou amor, eu afirmei que sim com a cabeça, ela disse você viu com sou uma putinha amor, eu disse sim e continuou me punhetando, ela disse amor o pau dele tava super duro, ele colocou minha mão e a da Fran em cima dele, quase gozo amor, queria dar pra ele ali mesmo, você deixava amor, eu disse sim quase gozando, ela disse goza amor na mão da sua putinha, gozei quase bati o carro, chegamos no sitio, pois é perto, Marcela desceu para abrir o portão só de calcinha com o carro deles atras, só vi os assobios da turma no outro carro atras do nosso, entrei com o carro e Marcela ficou atras pra fechar o portão, ela não mais vestiu o short, correu pra piscina, tirou a blusa e pulou, a Fran fez o mesmo jeito, fui abrir a casa, o casal novinho disse que iriam pro quarto, então logo estavam Marcela, Fran e o namorado dela na piscina, fui até lá e já como corno disse que iria pegar umas cervejas pra eles e iria me deitar, deixei eles na piscina abastecidos de cerveja e fui pro meu quarto, do quarto dava pra ver a piscina, fastei a cortina e vi que eles estavam juntos rindo, logo vi a Marcela dar um beijo nele, depois o namorado sentou na borda da piscina, Fran e Marcela começaram a dividir o pau dele todas duas chupando, não demorou elas sairam da piscina e Fran sentou no seu pau enquanto a Marcela deu sua buceta para ele chupar, logo vi que Fran gozou e foi a vez da Marcela, deitou-se abriu as pernas e ele meteu na sua buceta com Fran por cima dela e ela chupando a Fran, ficaram assim, depois Marcela ficou de quatro com ela gosta, ele por tras e Fran com a buceta na cara da Marcela, não demorou e ele gozou dentro da Marcela, eu já tinha gozado vendo, demoraram um pouco e vieram pra casa, Marcela entrou no nosso quarto fechou a porta, veio até mim, meteu o dedo na buceta e passou na minha cara, sua puta tá toda gozada amor, foi maravilhoso, assim foi depois conto como foi o restante o carnaval…. Senti ele levantando masculamente minha anca (eu estava mole de tesão e não conseguia me mover, paralisado por causa do perigo daquele macho querendo meu rabo e absolutamente nada impedindo aquela rola de pedra de me rasgar. Nos finais de semana normalmente saímos e pegamos algum rapaz pra ela se divertir, as vezes participo comendo sua buceta mas o cu ela só me deu uma vez, embora sempre o de para outro, também com minha porra, apenas uma vez a tomou, embora diga que adora quando um homem a solte em sua boca quente e macia. "Faltava apenas três semanas para o fim das aulas e tinha algumas provas chegando! Tínhamos que fazer esse trabalho o mais rápido possível para que pudéssemos começar a estudar para as últimas provas e também para os vestibulares! Uma vez que não tinha mais nada a fazer a respeito do trabalho, eu me levantei e estava puxando minha cadeira para longe deleEssa caseiro se chama Pedro, aparentemente já com seus mais de 40 anos, morava proximo a principal casa da fazenda com sua esposa e seu filho adolescente.

O lubrificante que ele passara fazia com que brilhasse, ressaltando suas dimensões cavalares, embora a palavra “cavalar” dê a ideia de algo comprido; na posição em que eu estava, prestes a ser empalado, o que mais me impressionava e assustava era a grossura; meus pensamentos foram interrompidos pela voz dele. Também sou viciado em pornografia em forma de contos, vídeos, fotos, historias e qualquer coisa que envolva sexo.

Ao nos aproximarmos minha esposa pediu que eu encostasse para falarmos com ela, encostei a moto em que andávamos e ela perguntou quanto era um programa a três, ao que o travesti falou que era R$ 50,00, ela então perguntou se ela era ativa e passiva e qual o tamanho do seu pau, o travesti respondeu que era ativa e passiva e que seu pau tinha 18cm e era bem grosso, ela ficou logo doida para ver ali mesmo e o travesti levantou a mini saia e mostrou sua bunda linda, minha mulher não resistiu e disse que estava combinado iríamos levá-la para casa para transarmos os três. Peguei o leite condensado e passei naquela pica gigante e chupei todinha as bolas sugava com gosto e ele gemendo, não conseguia colocar tudo na boca pois sua rola era enorme, por fim ele gozou na minha boca, tomei tudinho então ele se deitou no chão da cozinha e fui por cima cavalgar na tora dele, aí sentava igual uma louca e ele me chamando de puta, vagabunda, falando que ficava louco como eu rebolava no pau dele.

Eu: – Vai gente, não se acanhem não, esposa minha é putinha de vocês.