Quando A Safada Estar De Saia é Bem Mais Fácil Foder Ela

visualizações

2 min

Categoria:

Tag:

visualizações

2 min

Categoria:

Tag:

Quando A Safada Estar De Saia é Bem Mais Fácil Foder Ela

Quando A Safada Estar De Saia é Bem Mais Fácil Foder Ela

Mesmo quando ela entrou na adolescência e começava a desenvolver seu corpo, para mim ela ainda era a minha pequena irmãzinha que eu adorava, e que eu “protegia”. Ele estava ficando louco, mas continuou a massageá-la, voltei à sala com o vinho e depois de ouvir ver o comentário dela, falei pra ele:– deixa eu tirar a calcinha dela que fica mais fácil de massagear, baixei a calcinha e meti a mão na buceta dela, enfiei o dedo na bucetinha, ela estava toda melada, e disse a ele:– assim ela gosta mais, ele sem demora meteu a mão na sua buceta, enfiando o dedo com um movimento de vai e vem, ela começou a gemer mais alto, então baixei meu calção e dei meu cacete para ela chupar, ela estava muito louca, chupou como nunca, a boca estava muito quente, meu pau estava melado e ela enfiava a língua no buraquinho dele, enquanto isso a buceta dela era penetrada pelos dedos do meu amigo, primeiro um, depois dois e no final todos os cinco dedos, socando aquela bucetinha.

– Uau… muito bom! Entendo porque você chegou tão cansada!"Quando eu disse isso, ele ficou chocado e depois começou a falar que éramos irmãos, eu nem liguei, sentei em cima dele, e ele paralisou de novo, não conseguiu dizer um única palavra, e nem se moveu, eu tirei minha camisa e ele olhou para os meus seios e vi até baba caindo da boca dele, mas tava tentando desviar o olhar, mas por mais que ele tentasse, mais hipnotizado ele ficava, eu senti na minha bunda que o pau dele tava duro como diamante, peguei meus seios e levei-os até o rosto dele, nesse momento eu senti o pau dele pulsando, nisso eu estava toda molhada, logo eu senti um líquido no pau dele e percebi que ele tinha gozado, e bastante, ele me tirou de cima dele, e me disse pra não fazer mais nada e tentou sair do quarto, mas não deixei, fechei a porta e tranquei, agora ele tava preso, ele até tentou pegar a chave, mas eu tirei meu shorts e percebi o pau dele duro de novo, ele ficou paralisado e daí eu beijei ele gostoso, num abraço delirante, mas Pedro voltou a si e tentou pegar a chave, mas eu peguei e enfiei ela dentro da minha xota, ele quase desmaiou de tesão quando eu fiz isso, mas depois eu joguei a chave, pra lá e derrubei ele na cama, fiquei em cima dele, e coloque a minha xota na boca dele, e comecei a esfregar, ele até tentava escapar, mas aos poucos ele foi se acalmando, e começou a me chupar, chupava sem jeito, enfiava os dedos, mas aquilo me deixava louca, até que eu gozei em um orgasmo incrível, levantei de cima dele, e Pedro tentou escapar ainda, mas não deixei, segurei ele por trás, apertei o pau dele ameaçadoramente, e desci para as bolas, mas ainda com cueca e tudo, depois de uns minutos, tirei o shorts e a cueca dele, fiquei ajoelhada na frente dele, fiz uma cara de safada e inocente ao mesmo tempo, e lambi o pau dele com gosto, comecei chupando as bolas, ai delicia, e depois subi para o pau, a chupei só a cabecinha por uns minutos, depois comecei com movimentos leves e fui acelerando, eu já praticava com bananas, ele tava hipnotizado, o pau dele pulsando na minha boca me deixava molhadinha, ele gozou na minha boca, bem lá dentro, mas um pouco caiu pra fora em meus seios, mas apesar de duas ele ainda tava duro como aço, inacreditável, eu não perdi tempo, sentei no pau dele e comecei a quicar, me precipitei, pois doeu um pouquinho, mas depois eu tava com tanto tesão, que comecei a quicar loucamente em cima dele, dessa vez o Pedro mostrou reação, apertava meus peitos, e eu tive um orgasmo duplo, fiquei uns 2, 3 minutos gritando de prazer, foi sensacional, meu maninho gostoso também estava quase lá, eu fiquei de quatro na cama e mandei ele meter fundo, ele sem reclamar fez, ele me comeu desse jeito uns 10 minutos e avisou que ia gozar, bem na hora ele tirou e começou punhetar, e eu dei uma de safada, comecei a gritar para ele gozar com uma voz bem safada e gemendo bastante, e fiquei balançando minha bunda, e exibindo ela, abri ela e exibindo o meu cuzinho lindo, ele não aguentou, jorrou na minha bunda, melando de porra o meu cuzinho e xotinha, eu passei a mão pegando toda a porra que tinha e coloquei na boca, depois ainda dei umas chupadas no Pedro, mas agora ele nem erguia, tava exausto, ele pegou a chave e saiu do meu quarto, sem dizer nada, eu fiquei ali, me masturbei mais um pouco e só depois de gozado fui tomar um banho.

Seus olhos foram determinantes em atestar o não. uiiiiiii, e voltava a chupar, nao demorou e luiz gozou na minha boca… hummm que delícia…ahhhh e eu engoli tudo e o marcio vendo aquilo começou a me foder com força e violencia cada vez mais rápido e bufando como um louco encheu meu reto de porra, ahhh foi a coisa mais boa que já me aconteceu, entao me limpei, e fui embora dizendo que voltaria no outro dia, … e eles disseram.