Vídeo caseiro que caiu na net nifetinha super cavala gozando marido sortudo – sp

1236 visualizações

53 seg

Categoria:

Tag: , ,

1236 visualizações

53 seg

Categoria:

Tag: , ,

Vídeo caseiro que caiu na net nifetinha super cavala gozando marido sortudo – sp

Vídeo caseiro que caiu na net nifetinha super cavala gozando marido sortudo – sp

Estava viajando com um amigo chamado Pedro, mais velho q eu super atraente, branco forte, costas largas e uma mão que quando me tocava já me deixava e êxtase com a bucetinha piscando de prazer, ele sabia bem o que fazer.

ola sou joao carlos tenho 42 anos casado ha 20 anos com uma mulher conservadora nunca tivemos lua de mel entam com os filhos criados resolvemos sair de viagem para uma chacara no interior de sao paulo saimos na sexta feira a noite e chegamos de manha cansados o caseiro e sua esposa nos receberam bem eram um casal de mais ou menos 50 anos a esposa era mais nova uns 40 anos logo ela se enturmou com a minha mulher eu e o sr antonio o caseiro nao somos de muita conversa tambem ficamos bem eu sai com minha esposa a cavalo pelo mato fomos ate uma cachoeira comecei a beijar ela logo estava transando eu sempre tive tesao por ela mais aquele lugar me deixou com mais esquecemos do tempo e veio o sr antonio ver oque aconteceu quase vio a gente sem roupa fomos para a casa dormimos um pouco a noite resolvemos sar e ir ate a casa do caseiro ja que nao tinha ninquem conhecido por perto ao chegar la eles estavam transando com a porta aberta o sr antonio estava comendo o cuzinho da esposa ficamos olhando um pouco e voltamos pra casa minha mulher es tava molhadinha e eu de pau duro comi ela na varanda tentei comer o cu dela mais nao deixou disse que tinha medo de doer nao insisti e dormimos de manha a esposa do caseiro veio buscar minha esposa para nadar no lago eu fiquei descansando depois fui tambem escutei uns gritos e me abaixei e vi minha mulher de quatro e seu antonio comendo ela a esposa dele armou tudo nao tive reacao fiquei olhando de pau duro o cara tem um pau duas vezes maior que o meu ela nunca gritou e gemeu daquele jeito comigo me senti um trapo fiz de conta que nem vi quando voltaram eu disse que iriamos embora no outro dia pois tinha negocios pra resolver ela concordou a noite tentei comer ela mais ela nao quiz sai pra fora e camihei ate o lago sr antonio veio atraz e ficamos conversando sem deixar ele saber que eu vi tudo pois estava humilhado eu senti tesao ao lembrar da cena ele me pediu para ver meu pau estranhei mais ele disse que queria me chupar vi ali a chance de me vingar sem jeito eu neguei mais ele pegou no meu pau e abocanhou tudo dizendo meu gostoso comi sua mulher mais queria era te dar naquele escuro via so o vulto dele me chupando entao senti meu pau endurecer ele lambia eu ja nao aguentava mais nunca tinha feito isso com homem ele se virou e eu comi o cuzinho dele ele senou em cima de mim e com a mao acariciava meus graos e passaca o dedo no meu cu eu estava gostando ele tentou me comer mais nunca dei e ele era pauzudo demais depois de um tempo resolvi experimentar ele cuspiu no pau e veio empurrando quando entrou a cabeca senti tanto tesao que me abri e ele pois tudo doeu muito mais ele nao parou ate colocar tudo eu estava quase gozando ele tirou e pediu pra chupar ele me chupava e esfregava o pau duro na minha cara entao eu bati uma pra ele e gozamos depois como se nada tivesse acontecido voltei pra casa abracei mimha esposa no outro dia despedimos deles e fomos embora nois nunca haviamos trido um au outro la fizemos tudo eu sabia dela e ela nao sabe do que eu fiz ate hoje nunca esqueci a cena dela com outro e me mastuebo de lembrar a transa minha e aquele cara que alem de comer minha esposa me comeu tambem. Meu pau queria rasgar minha roupa, subi em cima dela, então ela fechou as penas assustada, então percebi que ela não queria, saí imediatamente de cima dela e perguntei porque ela não queria… ela falou bem baixinho que era virgem e não queria naquele momento, falei que tudo bem, beijei ela novamente, ela voltou a relaxar e suas pernas abriram novamente, voltei a chupar sua bucetinha, então ela falou que queria ver meu pau, fiquei de joelhos na cama e falei pra ela tirar ele pra fora, ai foi que percebi que ela nunca tinha visto um pau antes, nem sabia abrir meu zíper, tirei meu shorts e fiquei só de cueca, meu pau tava duro feito uma rocha então ela desceu minha cueca e arregalou os olhos quando viu ele… – É muito grande!!!… e grossa!!!, pedi pra ela tocar, ela pois a mão bem devagar toda sem jeito, tocou com a ponta dos dedos, meu pau tava escorrendo , tava muito excitado… então segurei a mão dela e comecei a fazer o movimento de subir e descer(punheta), tirei minha mão e ela continuou, que delicia, eu já tava quase gozando… pedi pra ela lamber a cabecinha, ela olhou pra mim com uma cara de assustada, então eu levantei comecei a passar a cabecinha na boca dela, bem devagar, então ela timidamente começou a passar a língua toda desajeitada, pedi pra ela abrir a boca, ela abriu só um pouco, só coube a cabecinha, ela deu uma chupadinha como se fosse um sorvete. ——–O negócio começou a esquentar, ele pegou a minha cabeça e começou a forçar para que eu engolisse o pau dele todo… comecei a chupar bem profundo, lá na garganta… cada vez que eu engolia ele todo, o cara gemia gostoso…Um certo dia estava assistindo um filme e vi dois jovens se beijando era normal ate eles irem para cama senti algo bom mas nao sabia o que era fui para minha cama e fiquei pensado nisso senti algo estanho na minha calcinhas coloquei a mão e estava molhada nao falei nada pra minha mae fui preocurar na Internet o que era aquilo vi varios videos de meninas de meninas se masturbando percebi que ia ficando mais molhada entao fui fazendo as mesmas coisas que elas comecei a sentir algo tao gostoso que nao sei explicar. Olá me chamo Carlos, eu em algumas conversas que tenho na WEB com maridos, namorados e noivos que querem ver suas esposas sendo possuídas por outros homens me deparei com Vitor (nome fictício), ele entrou em contato comigo por telefone depois que viu um blog meu que tenho na WEB onde me proponho sair com casais. Nas tardes, enquanto o marido trabalhava, ela dava…"Ai ai ai penso… Que delicia se eu pudesse fazer isso!Bom, cai de boca… mamei devagar no começo, só a cabecinha e punhetava ele ao mesmo tempo… ele em pé e eu ajoelhado…-Que sortudo esse meu cunhado…Casado com uma gostosa como você?Qualquer homem estaria nos céus…– Delicia. O lubrificante que ele passara fazia com que brilhasse, ressaltando suas dimensões cavalares, embora a palavra “cavalar” dê a ideia de algo comprido; na posição em que eu estava, prestes a ser empalado, o que mais me impressionava e assustava era a grossura; meus pensamentos foram interrompidos pela voz dele.