Vídeo vaza no whatsapp novinha vadia tocando siririca em publico um negao tarado – escândalo

visualizações

1 min 9 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

1 min 9 seg

Categoria:

Tag:

Vídeo vaza no whatsapp novinha vadia tocando siririca em publico um negao tarado – escândalo

Vídeo vaza no whatsapp novinha vadia tocando siririca em publico um negao tarado – escândalo

Sentiu que o pau do negão fazia movimentos dentro de si, parecia que pulava, quando ele via as duas se tocando.

passamos uma semana conversando no whatsapp onde chamei ela pra ir num shopping, ela aceitou prontamente, assistimos um filme, e fomos no burger King comer, ja eram quase 23:00, quando ela me falou que o namorado estava saindo da faculdade, e queria ir pra casa, a levei para a casa dela, e ela me agradeceu com um selinho e disse que teria mais saida. Até os 18 anos eu ainda era virgem e não tinha namorados, tinha paqueras rápidas com os meninos do condominio que sempre acabavam resultando em cintadas para mim, meu corpo também ainda não era ainda muito desenvolvido, mas dos dezoito aos dezenove anos minhas formas deram um salto de repente, passei de menina magrela para novinha gostosa, foi quando meus maiores problemas começaram com os rapazes loucos para me comer e o papai fazendo guarda feroz!Naquela época notei uma mudança radical em papai, qualquer reclamação ou suspeita da mamãe ele me castigava de um jeito diferente agora. Comecei os movimentos lentos e fui aumentando na medida em que ficava mais confortável, quando eu já estava bombando rápido Flavinha ficou mais escandalosa:-Vai titio….

Claudia ficou sentada ao lado com uma mão no rosto de Marcelinha, fazendo carinho e a outra em sua buceta, eu comecei a socar sem dó com uma mão segurando a bunda de Marcelinha e a outra puxando sua calcinha , cada vez que eu dava uma diminuída no ritmo Marcelinha jogava seu rabo para trás e dizia arrebenta a minha calcinha, eu ficava loko, fazendo uma força do caralho para arrebentar a calcinha dela, até que eu consegui deixando uma marca bem profunda naquele corpo branquinho, criado no leite, assim que arrebentou, ela pediu para Claudia dar em sua mão, no momento que ela pegou das mãos de Claudia e pôs na boca e começou a urrar, e Claudia dizia para eu foder sem dó, comer a vadia dela, ai não aguentei mais, gozei dentro dela, encharquei o rabinho dela de porra, não foram tantos jatos de porra, mas deu para ela, depois que tirei meu pau, forçar e sair porra do seu cuzinho. Eu já estava lá entretida em conversas com caras querendo isso ou aquilo, quando me chamou a atenção um nick que entrara na sala – NegãoGG PR – Tenho uma queda por negros principalmente pela óbvia diferença de tamanho de seus dotes… rs… Eu estava logada como CdBunduda GG –Passaram-se 10 segundos e ele me chamou no chat:– Boa noite BB, adoro um rabão…Senti de imediato um frio na barriga… Respondi sem hesitar:– Olá safado.

EU AMO DÁ O CÚ, MEU PINTOR TARADO. Me entregava ali ou resistia? Bastou abrir um espaço no ônibus e corri para me livrar daquele macho, me posicionando atrás de uma senhora gorda, sem a menor possibilidade de dar andamento àquela trepada que se desenhara ali em público. em transe, enquanto isso eu continuava chupando minha esposa, as duas deChegando lá, nos sentamos nos locais marcados e aguardamos o início do espetáculo ( a sala estava bem cheia ), logo que começou, enfiei a mão embaixo da sua saia e comecei a tocar a siririca que ela tanto queria, não demorou muito e ela gozou na minha mão (sem fazer barulho), passado alguns minutos ela pediu que fizesse de novo, repeti e ela gozou de novo.

Clarice acordou, sorriu ao ouvir o barulho do chuveiro e resolveu fazer um videotape do que acontecera no dia anterior, só trocando as posições.